Grupo de amigos de Ribeirão Preto encanta-se com as belezas do Pampa

Criada em 28/08/2019



O Pampa Gaúcho desperta curiosidade e interesse, seja pelas belas paisagens e ou atrativos turísticos. E foram as peculiaridades da nossa terra que chamaram a atenção de um grupo de amigos de Ribeirão Preto, que visitou as vinícolas Batalha, Peruzzo, Miolo, Guatambu e a Bueno Wines, do narrador Galvão Bueno, durante o mês de junho. 

 

O grupo com mais de 10 pessoas foi influenciado pelo jornalista bageense, Murilo Pinheiro, que há 30 anos mora em Ribeirão, e pelo Gilberto Pozzan, da vinícola Batalha, que atualmente, também reside na cidade. Juntos, os entusiastas organizaram a viagem para que seus amigos pudessem conhecer a tão bem falada fronteira gaúcha. 

 

Além de apreciar as características da arquitetura local, bem como os prédios históricos, o grupo aproveitou para fazer degustações dos vinhos com massas e churrascos. Um dos organizadores, Murilo Pinheiro, conta que todos voltaram encantados com as belezas do pampa, a qualidade do vinho e os atrativos da cidade. E afirmam o desejo de voltarem para conhecer mais da fronteira.

 

Em seu espaço, o jornalista Murilo Pinheiro escreveu sobre A nova rota do vinho, onde destaca que a rota dos vinhos mais tradicional e conhecida do Brasil é a da Serra Gaúcha, com uma história de quase 150 anos. 

 

Referente às 17 vinícolas instaladas na região de Bagé, ressalta as mesmas condições da Argentina, do Chile e da África do Sul, uma vez que a região está no mesmo meridiano das melhores vinícolas do mundo. “As características peculiares desse vinho se juntam à beleza da região sediada no bioma pampa, às histórias das batalhas farroupilhas, ao legado arquitetônico e cultural dos espanhóis e dos portugueses e até mesmo à produção de azeites especiais”, escreveu. 

 

Hospedados no Hotel Fenícia, o grupo elogiou a decoração rústica, os vinhos na entrada e os quartos temáticos da vinícola no sexto andar. Além do café que foi muito elogiado por todos, assim como atendimento e a cortesia dos funcionários. 

 

Para o jornalista, Murilo Pinheiro, “Bagé tem um grande potencial por apresentar um turismo diferente do que as pessoas estão acostumadas a ver. O Fenícia reúne condições para oferecer uma hospedagem de qualidade, com boa localização a um custo muito acessível”, elogia.