Festa Internacional do Churrasco recebe mais de 30 mil pessoas

Criada em 04/12/2019



A 16ª edição movimentou o turismo na região

 

Com público estimado em mais de 30 mil pessoas a Festa Internacional do Churrasco movimentou o Parque do Gaúcho, em sua 16ª edição. O evento, que acontece em Bagé, já entrou para o livro dos recordes como o maior churrasco do mundo, onde comercializou cerca de cinco toneladas de carne, em suas primeiras edições. De acordo com a organização, o assado oficial ficou responsável por 50 assadores de oito entidades, o que resultou na venda de 180 quilos de carne bovina e oito cordeiros. 

 

Entre os dias de festividade foram realizadas diversas provas campeiras e apresentações artísticas. Além dos shows e praça de alimentação que aconteceram no Pavilhão de Eventos, com estrutura adaptada. 

 

A grande atração do evento foi o assado de chão, realizado por entidades tradicionalistas. Segundo o coordenador do churrasco, Sebastião Moreira, para o jornal Minuano, o grupo iniciou os preparos no final do ano passado e foram feitas inúmeras reuniões até o evento. Para o assador oficial, o segredo do assado suculento é o convívio entre os demais assadores e a troca de experiência “É um momento de aprendizado”, relata ao Minuano.

 

Pela primeira vez o tradicionalista e radialista, Nércio Pedra, integra a equipe do assado. Para ele, o ideal é gostar do que se faz “Já assei até no Paraná. É uma família e a gente está sempre aprendendo”, conta ao jornal. 

 

Durante a realização do churrasco oficial, o Parque do Gaúcho reuniu centenas de famílias ao redor do fogo. Nos dias de festividade, era possível encontrar variados tipos de churrasqueiras, onde em cada acampamento acontecia assados próprios, seja com lenha, carvão, em churrasqueiras de pedra e até mesmo as portáteis. 

 

Para a secretária de Cultura  e Turismo, Anacarla Flores, a Festa do Churrasco foi um sucesso. Em relato ao jornal Minuano, Anacarla conta que o pavilhão de eventos ficou lotado para os shows, desde o primeiro dia de evento. Além disso, houve Exposição do Pampa, com a participação de artesanato de Santana do Livramento, Rosário do Sul, mostras de dança e também as lidas campeiras.

 

Fotos: Tiago Rolim de Moura

As informações reveladas são de exclusividade do Jornal Minuano*